O aumento de preço para exibição de comerciais no Super Bowl

Desde a estreia do evento em 1967, o valor de 30 segundos de inserção aumenta a cada ano

novembro 6, 2023

Ainda que por um preço bem elevado, um comercial dentro do intervalo do Super Bowl é de extrema importância para as empresas. Este é um dos momentos mais assistidos e aguardados da indústria do esporte, onde milhões de espectadores sintonizam para assistir ao duelo e, consequentemente, aos comerciais.

Por esse motivo, as marcas pagam valores astronômicas por um curto espaço de tempo, afinal, reconhecem a oportunidade de alcançar um público elevado e altamente engajado.

O impacto desses anúncios é notável, e muitas vezes se tornam conversas entre os espectadores, gerando um buzz em torno da marca que dura muito além do evento em si. Isso reflete o quão valioso é o espaço durante o Super Bowl.

Para esse ano, a CBS cobrou US$ 7 milhões por um espaço de 30 segundos. Ao todo, estima-se que foram US$ 500 milhões gerados. E ao longo dos anos, quais eram os valores praticados?

Confira o preço de 30 segundos entre todas as edições do Super Bowl:

1967: US$ 42,500
1970: US$ 78,000
1975: US$ 107,000
1980: US$ 222,000
1985: US$ 525,000
1990: US$ 700,000
1995: US$ 1.2 milhão
2000: US$ 2 milhões
2005: US$ 2.4 milhões
2010: US$ 3 milhões
2015: US$ 4.25 milhões
2020: US$ 5.6 milhões
2024: US$ 7 milhões

Compartilhe: