Indústria

Fatal Model & Vitória: as propostas, repercussão nas redes sociais e fortalecimento comercial

Independente do avanço das propostas feitas pelo site de acompanhantes, a repercussão sobre a iniciativa se destaca pelo forte poder midiático

Fatal Model & Vitória: as propostas, repercussão nas redes sociais e fortalecimento comercial
Fatal Model fez duas propostas ao Vitória - Foto: Pilar Andrade/ECVitória

02 de dezembro de 2023

5 minutos de Leitura

É inegável que o Fatal Model está no centro das atenções do futebol brasileiro, especialmente entre os do Vitória, time que patrocina. Isso porque principal site de anúncios de acompanhantes do país apresentou duas propostas para que os torcedores rubro-negros escolham a forma que a marca irá se associar ainda mais ao clube.

As duas propostas do Fatal Model

A primeira proposta consiste na aquisição dos direitos do nome do clube, com investimento de R$ 200 milhões, por um período de 10 anos. O montante é equivalente a cerca de R$ 1,7 milhão por mês. Em caso de aceitação, o nome do clube seria alterado para “Fatal Model Vitória”.

Já a segunda, envolve os naming rights do Estádio Manoel Barradas, o Barradão, e uma injeção de R$ 100 milhões, também por uma década. Dessa forma, o estádio passaria a se chamar “Arena Fatal Model Barradão”.

E o Vitória vai mudar de nome?

Fatal Model e Vitória não tomarão nenhuma decisão sem ouvirem as opiniões dos torcedores. Para isso, uma consulta popular foi aberta e os mais de 30 mil sócio-torcedores do clube poderão responder se concordam com a continuidade das negociações, sobre as duas opções divulgadas, entre patrocinador e clube.

Importante destacar que, mesmo que a maioria dos votos sejam a favor da mudança para “Fatal Model Vitória“, a decisão ainda precisaria passar por outras aprovações.

“A mudança no nome do clube é um processo diferente. É apenas uma enquete, nada disso. Recebemos uma proposta de R$ 100 milhões, que não é um número pequeno, para ter o naming rights do estádio, e precisávamos saber o que o torcedor acha. Esse recurso seria convertido na cobertura do estádio”, explicou Fábio Mota, presidente do Vitória.

Se a proposta do nome avançar, a identidade visual do Vitória vai mudar?

O Fatal Model fez questão de deixar claro que a mudança envolve somente o nome do clube. Portanto, escudo, cores e todas as características do Vitória serão mantidas.

O que mais diz o presidente do Vitória, Fábio Mota?

O mandatário do clube concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (1) para explicar as duas propostas recebidas.

“Nós recebemos uma proposta pelo naming rights do estádio, pelo nome do estádio, por R$ 100 milhões. E recebemos uma proposta para implantar o nome da Fatal (Model) no Vitória por R$ 200 milhões. Isso não quer dizer que a gente vai mudar o nome, vendendo o Vitória”, comentou Fábio Mota.

“Até porque, quem sou eu? Para que isso acontecesse, se fosse o caso, estamos fazendo uma enquete. Para que acontecesse, teria que ir para o Conselho, ir para uma assembleia geral, não é um processo que você dá uma canetada, uma instituição de mais de 120 anos…”, acrescentou.

A proposta é cumulativa, ou seja, R$ 300 milhões?

O presidente do clube fez questão de destacar que são duas propostas na mesa e que elas não são cumulativas.

“Depois, recebemos uma proposta, que não é cumulativa, se o torcedor aceitar o naming rights, o nome do clube deixa de existir, é uma ou outra. Eles não estão propondo R$ 300 milhões. É (uma proposta de) R$ 100 milhões e (outra) R$ 200 milhões”, salientou.

Qual será o destino do dinheiro?

A empresa deixou claro que, caso alguma das propostas seja aceita, o dinheiro buscará fortalecer o Vitória, seja em infraestrutura ou para reforçar o elenco.

Além da proposta, o Fatal Model ajudou a viabilizar duas novidades no Vitória para a temporada 2024. Será instalado um novo e moderno telão no Barradão, além de backdrop no formato LED na sala de imprensa do Colossal. A previsão de inauguração desses dois ativos é na primeira partida do Vitória como mandante em 2024.

“Seja qual for a proposta escolhida, ela será destinada de maneira integral para o departamento de futebol do clube. A presença de uma marca no nome de um clube é algo disruptivo no futebol brasileiro. Queremos que o torcedor faça parte dessa ação tão importante”, finalizou Nina Sag, diretora de comunicação do Fatal Model.

Repercussão nas redes sociais

Nas redes sociais, a repercussão foi gigantesca. E não poderia ser diferente, já que se trata de algo inovador para o futebol brasileiro.

No X (ex-Twitter), o tweet do Vitória anunciando a proposta já ultrapassou 2 milhões de visualizações. E isso com o clube tendo 1.1 milhão de seguidores no total nesta rede social.

Já no Instagram, a postagem, compartilhada entre a equipe e a empresa, ultrapassou 30 mil curtidas e quase 10 mil comentários.

Arrecadação para 2024, na elite do futebol brasileiro

Independente dos rumos que as propostas tenham, o Vitória projeta uma arrecadação de R$ 220 milhões em 2024, o que seria um recorde em sua história. Na Série B neste ano, este valor não passou de R$ 65 milhões.

Com a presença na elite, a expectativa do Vitória é avançar nas fases da Copa do Brasil, buscar o título da Copa do Nordeste e do Campeonato Baiano, e ainda conquistar uma vaga na Copa Sul-Americana.

Compartilhe