Palmeiras rescinde contrato com empresa que instalou gramado sintético

A rescisão é do acordo entre clube e Soccer Grass, mas a parceria da empresa com a Real Arenas, responsável pelo Allianz Parque, segue ativa

janeiro 30, 2024

O Palmeiras rescindiu o contrato que tinha com a Soccer Grass, responsável por instalar o gramado sintético do Allianz Parque e da Academia de Futebol.

Antes do posicionamento adotado pelo clube, a empresa emitiu uma nota afirmando que tentaria resolver o problema no “menor tempo possível”.

A rescisão é do acordo entre Palmeiras e Soccer Grass, mas a parceria da empresa com a Real Arenas, responsável pelo Allianz Parque, segue ativa. A empresa ainda é a responsável por tratar da melhoria do gramado do estádio com a WTorre.

O problema do gramado do Allianz Parque, segundo a Soccer Grass, está no termoplástico usado no sintético, que está sofrendo com as altas temperaturas e a poluição de São Paulo. A WTorre solicitou a troca do composto, mas ainda não há data para a manutenção.

Sem o seu estádio, o Palmeiras vai mandar o jogo contra o Ituano na Arena Barueri, em partida marcada para o dia 8 de fevereiro.

Compartilhe: