Indústria

Conselheiros do Athletico aprovam mudança do nome do estádio para Mario Celso Petraglia

Novo nome institucional passa a homenagear atual presidente do clube

Conselheiros do Athletico aprovam mudança do nome do estádio para Mario Celso Petraglia
Foto: Divulgação

27 de fevereiro de 2024

2 minutos de Leitura

O Conselho Deliberativo do Athletico Paranaense aprovou em reunião extraordinária a mudança do nome institucional da Ligga Arena.

Decisão unânime, o estádio Joaquim Américo Guimarães passará a se chamar Mario Celso Petraglia. A mudança não influencia o naming rights fechado com a Ligga.

Para efetivar a alteração, a diretoria do clube votou pela modificação do artigo 99 do estatuto, que aborda todas as questões relacionadas à nomenclatura da arena.

No centro dessa homenagem, Mario Celso Petraglia é considerado um dos grandes responsáveis pela nova era do clube. Em sua gestão, o time conquistou títulos importantes, como o Brasileirão (2001), a Copa do Brasil (2019) e a Copa Sul-Americana (2018 e 2021), além do vice-campeonato da Libertadores (2022).

Além disso, o atual Presidente da agremiação realizou importantes projetos de infraestrutura. Dentre eles, a construção do inovador Centro de Treinamento do Caju e promoveu a reforma da Arena. Desde então, o estádio é o único na América Latina com teto retrátil.

“A mudança para o nome institucional homenageia aquele que acreditou em um sonho, reconstruiu o estádio duas vezes e levou o nome do Athletico Paranaense a uma Copa do Mundo: Mario Celso Petraglia”, afirmou o clube em comunicado oficial.

Polêmica

Apesar do clima de homenagem, a decisão gerou indignação na família de Joaquim Américo Guimarães, que dava nome anteriormente ao estádio.

Carlos Eduardo de Athayde Guimarães, bisneto de Joaquim e torcedor manifestou decepção com a alteração, argumentando que homenagear Petraglia não deveria implicar na retirada do tributo seu bisavô.

Compartilhe