Indústria

No Dia Internacional da Mulher, Bahia faz ação de conscientização contra cultura do estupro

Clube alerta para o elevado número de casos de estupro todos os dias no Brasil através de publicação em suas redes sociais

No Dia Internacional da Mulher, Bahia faz ação de conscientização contra cultura do estupro

08 de março de 2024

2 minutos de Leitura

O Bahia aproveitou o Dia Internacional da Mulher para lançar uma campanha de conscientização sobre a cultura do estupro no Brasil. Segundo levantamento sobre a violência contra a mulher no país, há uma média de um caso a cada oito minutos.

Em suas redes sociais, o clube explicou como atitudes machistas que são normalizadas no cotidiano estão relacionadas com o problema.

“Enquanto você começa a ler esse texto, restarão apenas 8 minutos para mais uma mulher ser estuprada no Brasil. Uma média de inacreditáveis 180 estupros por dia. Tem algo no nosso cotidiano e no nosso comportamento que pode estar muito errado. Todo comportamento machista contribui para fortalecer uma cultura: a cultura do estupro. Quando há atitudes machistas, que desvalorizam e desrespeitam as mulheres, isso cria um ambiente onde a violência sexual é tolerada ou até mesmo aceita. E isso não é culpa das mulheres. Mas dos homens. A culpa é sua, o corpo não. Não alimente a cultura do estupro”, destacou o texto.

O Bahia também promoveu uma palestra para suas funcionárias. No encontro, líderes femininas do clube compartilharam suas experiências no mundo do futebol. Raul Aguirre, CEO do Bahia, exaltou a importância da mulher no futebol e na sociedade.

Compartilhe