Indústria

Ajax afasta CEO por suspeita de utilizar informações privilegiadas em compra de ações

Segundo o conselho, o executivo adquiriu mais de 17 mil ativos da agremiação uma semana antes de assumir o cargo

Ajax afasta CEO por suspeita de utilizar informações privilegiadas em compra de ações
Foto: Hollandse Hoogte/Shutterstock

03 de abril de 2024

2 minutos de Leitura

Ajax anunciou o afastamento do seu novo CEO, Alex Kroes, por suspeita de obter informações privilegiadas em operações envolvendo ações do clube. Através de uma nota oficial publicada na terça-feira (02), a equipe holandesa se pronunciou sobre a decisão.

Segundo o conselho, o executivo adquiriu mais de 17 mil ativos da agremiação uma semana antes de tomar posse do cargo, em agosto de 2023.

“Estamos profundamente consternados que isto tenha ocorrido no Ajax, pois é altamente prejudicial para o clube e para todos os que o consideram querido. As ações de Alex Kroes não estão em linha com a posição do Ajax”, comentou Michael van Praag, presidente do Conselho de Supervisão do clube.

“O momento da compra de suas ações indica abuso de informação privilegiada. Tal violação da lei não pode ser tolerada por uma empresa listada em bolsa, especialmente quando envolve o CEO. Após consideração cuidadosa, o Conselho de Supervisão concluiu que a posição de Alex como diretor do Ajax é insustentável”, finalizou Michael.

Em pronunciamento sobre o caso, Alex Kroes declarou à imprensa local que vai recorrer das acusações ao órgão de fiscalização financeira do país, que supervisiona as operações no mercado de ações.

Apesar de ter investido mais de € 100 milhões na montagem do elenco para a atual temporada, o Ajax está apenas na quinta colocação da Liga Holandesa, com 44 pontos, oito pontos atrás do AZ, time que abre a zona de classificação para as competições europeias 2024/25.

Compartilhe