Indústria

Grêmio e Internacional unem forças na campanha ‘Jogando Junto – Pela Reconstrução do RS’

Simbolizada pelo roxo, cor que resulta da junção do vermelho com o azul, a iniciativa surgiu a partir dos contatos estabelecidos entre os presidentes de cada clube

Grêmio e Internacional unem forças na campanha ‘Jogando Junto – Pela Reconstrução do RS’
Foto: Filipe Maciel

22 de maio de 2024

3 minutos de Leitura

O Grêmio e Internacional uniram forças, e lançaram a campanha ‘Jogando Junto – Pela Reconstrução do RS’, criada para estimular a doação de empresas para o processo de reestruturação do Rio Grande do Sul. A iniciativa já havia sido adiantada pelo MKTEsportivo.

O evento contou com a presença dos presidentes Alessandro Barcellos (Inter) e Alberto Guerra (Grêmio), dos CEOs Giovane Zanardo (Inter) e Márcio Ramos (Grêmio), além do governador Eduardo Leite e seu vice, Gabriel Souza.

Simbolizada pelo roxo, cor que resulta da junção do vermelho com o azul, a iniciativa surgiu a partir dos contatos estabelecidos entre os presidentes de cada clube, cientes da necessidade de colocar a dupla Gre-Nal à disposição do estado para o enfrentamento da maior catástrofe ambiental da história gaúcha.

“O objetivo aqui é a união inédita de uma rivalidade centenária. A gente sabe da rivalidade construída nas nossas famílias, no churrasco de domingo, na brincadeira. Essa rivalidade existe, e vai continuar existindo, dentro de campo. Mas, fora do campo, nós temos certeza, até porque conversamos várias vezes desde o início dessa tragédia, ela não vai existir. Essa união tem que servir de exemplo para todos os segmentos da nossa sociedade que pensam diferente. É hora de esquecermos o que nos diferencia e todos estarmos jogando junto, como diz o slogan, pela reconstrução do Rio Grande do Sul. A rivalidade vai continuar existindo dentro de campo. Mas nós temos, agora, a chance de demonstrar que, fora dele, vamos nos unir em defesa da vida. E esse tem que ser o nosso trabalho daqui para a frente”, Alessandro Barcellos, presidente do Inter.

“Esse projeto representa a nossa responsabilidade social. Juntos, temos cerca de 20 milhões de torcedores. Esta é uma situação única que envolve o compromisso dos dois clubes. A nossa rivalidade vai continuar dentro de campo, quanto pudermos voltar a jogar, mas agora o nosso jogo é outro”, acrescentou o presidente do Grêmio, Alberto Guerra. 

“Os recursos não estarão vinculados ao governo estadual. Esta é uma iniciativa da sociedade civil, a partir dos clubes esportivos. Inclusive, as marcas podem fazer a doação diretamente. O que os clubes vão fazer é ajudar a divulgar para potencializar essas iniciativas. Eles utilizarão sua capacidade mobilizadora, audiência e visibilidade”, explicou o governador Eduardo Leite.

Pela campanha, os clubes cederão espaços em suas propriedades comerciais para companhias que doem dinheiro, abram linhas de crédito, cedam materiais ou bonifiquem produtos para famílias e/ou pequenos comerciantes das regiões afetadas pelas enchentes. Através de contatos previamente estabelecidos, mais de R$ 28 milhões já foram arrecadados pela campanha.

Importante destacar que o convite a investir no Rio Grande do Sul também se estende a outros clubes do país e suas patrocinadoras, às quais a dupla Gre-Nal também disponibilizará propriedades de mídia caso participem da reconstrução do Rio Grande do Sul.

Compartilhe