Indústria

NFL aumenta para US$ 1,4 bilhão o limite de endividamento para novos donos

Com a aprovação, haverá maior facilidade no processo de financiamento e transação das equipes da liga

NFL aumenta para US$ 1,4 bilhão o limite de endividamento para novos donos
Foto: NFL

24 de maio de 2024

1 minutos de Leitura

O 32 proprietários das franquias da NFL aprovaram o aumento no limite de endividamento para US$ 1,4 bilhão aos novos compradores. Com a aprovação, haverá maior facilidade no processo de financiamento e transação das equipes da liga.

O crescimento do limite das dívidas subiu de US$ 200 milhões para US$ 700 milhões. Este valor, mais o financiamento existente de outros US$ 700 milhões, permite aos novos mandatários atingir a marca agora aprovada pela instituição esportiva.

Para proprietários já presentes na organização, a NFL aumentou no final do ano passado o montante da dívida de US$ 600 milhões para US$ 700 milhões. O aumento anterior de US$ 500 milhões para US$ 600 milhões ocorreu no outono de 2022.

O assunto de permitir maior capital privado ganhou atenção devido ao preço das franquias continuar subindo. A aquisição do Washington Commanders ano passado atingiu o recorde de US$ 6 bilhões, superando a venda do Denver Broncos em 2022, por US$ 4,65 bilhões.

Compartilhe