Paris 2024

Toyota não renovará acordo de patrocínio ao COI após Jogos Olímpicos de Paris

O acordo iniciou em 2017, com validade para quatro edições olímpicas, sendo duas de inverno (PyeongChang 2018 e Pequim 2022) e duas de verão (Tóquio 2020 e Paris 2024)

Toyota não renovará acordo de patrocínio ao COI após Jogos Olímpicos de Paris
Foto: Reprodução

29 de maio de 2024

2 minutos de Leitura

A Toyota, fabricante japonesa de automóveis, irá encerrar seu acordo de patrocínio global com o Comitê Olímpico Internacional (COI), que expira após os Jogos Olímpicos Paris 2024. A parceria, firmada em 2015, tem custo estimado em US$ 835 milhões.

Segundo a Kyogo News, agência japonesa de notícias, a diretoria da empresa expressou insatisfação na forma como o COI utilizou o dinheiro do patrocínio, não sendo eficaz no apoio aos atletas e no incentivo aos esportes. Além disso, o fato dos Jogos de Tóquio terem sido manchados por investigações sobre possíveis casos de corrupção e por gastos próximos a US$ 13 bilhões, quase o dobro da estimativa original, também pesam.

O acordo iniciou em 2017, com validade para quatro edições olímpicas, sendo duas de inverno (PyeongChang 2018 e Pequim 2022) e duas de verão (Tóquio 2020 e Paris 2024). Na capital francesa, como contrapartida da parceria, a Toyota disponibilizará mais de 3 mil carros híbridos ou elétricos, como parte dos esforços da empresa para divulgar suas tecnologias voltadas para sustentabilidade.

Ainda segundo a agência, a ideia da montadora é manter o acordo como principal patrocinadora do Comitê Paralímpico Internacional. Porem, o COI diz que os patrocinadores não podem continuar com apenas um dos contratos.

Atualmente, a categoria TOP de parceiros do COI possui 15 marcas. Além da Toyota, a lista conta com Airbnb, Alibaba, Allianz, Atos, Bridgestone, Coca-Cola, Corona Cero, Deloitte, Intel, Omega, Panasonic, P&G, Samsung e Visa. Desses, outros quatro também ainda não acertaram a renovação após Paris: Atos, Bridgestone, Intel e Panasonic.

Compartilhe