Atletas

Autores de insultos racistas contra Vinícius Junior são condenados a 8 meses de prisão

Os torcedores foram considerados culpados na acusação de delito contra a integridade moral, com agravante de discriminação por razões raciais

Autores de insultos racistas contra Vinícius Junior são condenados a 8 meses de prisão
Foto: Jose Jordan/ AFP

10 de junho de 2024

2 minutos de Leitura

A Justiça Espanhola condenou três torcedores acusados de proferirem insultos racistas contra Vinícius Junior, em maio do ano passado durante partida entre Valencia e Real Madrid. Além desta decisão, os julgados também foram proibidos de frequentar estádios durante dois anos.

De acordo com a LaLiga, esta é a primeira sentença condenatória deste tipo no país, como consequência da denúncia realizada pela própria liga.

Os torcedores do Valencia foram considerados culpados na acusação de delito contra a integridade moral, com agravante de discriminação por razões raciais. No seu retorno ao Mestalla nove meses depois do caso, Vinicius Jr foi hostilizado por torcedores da equipe mandante, o jogo terminou empatado em 2 a 2, com direito a dois gols do brasileiro.

“Esta sentença é uma ótima notícia para a luta contra o racismo na Espanha, pois repara os danos sofridos por Vinicius Junior e envia uma mensagem clara para aquelas pessoas que vão a um estádio de futebol para insultar que a LaLiga irá detectá-los, denunciá-los e haverá consequências criminais”, comentou o presidente de LaLiga, Javier Tebas.

“Entendo que possa haver certa frustração pelo tempo que essas sentenças levam para serem proferidas, mas isso demonstra que a Espanha é um país garantista a nível judicial. Nesse sentido, da parte da LALIGA só podemos respeitar os tempos da justiça e exigir que a legislação espanhola evolua para que a LALIGA tenha poderes sancionatórios que possam acelerar a luta contra o racismo”, acrescentou o presidente.

Compartilhe