Indústria

Desimpedidos Esporte Clube: por dentro do pioneiro passo da NWB na creator economy

Empresa embarca na popularização do Fut7 com criação de time e aquisição dos direitos de transmissão de campeonatos internacionais

Desimpedidos Esporte Clube: por dentro do pioneiro passo da NWB na creator economy
Antonio Abibe, CEO da NWB

06 de junho de 2024

4 minutos de Leitura

O Desimpedidos inaugurou uma nova era na creator economy do país ao lançar, de maneira pioneira, a sua equipe de futebol oficial. O Desimpedidos Esporte Clube, time de Fut7 da NWB, empresa de criação de conteúdo esportivo para internet e membro do Grupo SBF, chega em um ecossistema de muito crescimento no âmbito mundial.

A modalidade de futebol jogada com sete jogadores contra sete em gramado sintético, de acordo com a Confederação Brasileira de Futebol 7 Society, conta com 12.5 milhões de adeptos formais e informais no país. De acordo com levantamento via Winnin Insights, a relevância do Fut7 em 2024 subiu 304% em engajamento entre janeiro e abril.

“O Fut7 vem se consolidando como uma importante modalidade advinda do futebol, com confederação e times já estabelecidos. Nesse novo momento, os campeonatos são o grande atrativo, que apesar do lado competitivo, conta com uma combinação inovadora de celebridades, criadores de conteúdo, personalidades midiáticas e atletas de alta performance”, disse Antonio Abibe, CEO da NWB, em entrevista ao Lideranças, o podcast oficial do MKTEsportivo.

Com a consolidação da modalidade, a empresa se tornou parceira oficial de duas grandes competições internacionais do cenário: a Kings League, idealizada por Gerard Piqué desde 2022, e a The Soccer Tournament (TST), torneio dos EUA realizado pelo segundo ano consecutivo. Ambos os eventos premiam o campeão com US$ 1 milhão e estão sendo exibidos no YouTube pelos canais Desimpedidos e Camisa 21.

“Temos percebido que esses campeonatos funcionam como uma grande plataforma, para que marcas de conteúdo, como é o caso do Desimpedidos, expandam sua atuação”, acrescentou Antonio.

No TST, inclusive, o Desimpedidos Esporte Clube é um dos times presentes. O executivo comentou que a NWB está adotando uma estratégia de comunicação para que os torneios se integrem, e gerem alcance e buzz nas redes sociais.

“Como modus operandi, adotamos uma visão moderna tanto no uso das mídias, como na estratégia para que as marcas se integrem, aprofundando nosso alcance social e nas redes. Exemplo disso, um dos times do TST é do filho do David Beckham, e isso por si só já traz uma grande bagagem. Assim como o fato da equipe do Desimpedidos ter montado um time para participar do torneio, o que desperta interesse tanto no mercado como também do público em geral. Importante lembrar que também temos a Supercopa, projeto consolidado que envolve os principais criadores de conteúdo e personalidade do Brasil”, destacou Antonio.

Por ter um modelo de disputa diferente do futebol tradicional, como cartão que faz o gol valer por dois, campo reduzido, e envolver nomes da internet, ex-jogadores e abordam midiática, os torneios acabam sendo consumidos, em sua maioria, por uma geração mais jovem.

“Os torneios possuem diversas atrações para o público jovem. No TST, a nossa expectativa é que ele seja mais natural para o consumidor convencional de futebol, preservando regras e características do jogo. Já a Kings League, que não é realizada em um campo comum e sim em um ambiente fechado com outras características, apresenta uma desconstrução total da referência tradicional do esporte mais popular do mundo, e pode chamar atenção por conta dos elementos adicionados”, analisou.

Do seu lado, a NWB seguirá apostando na produção de conteúdo para se destacar no mercado e moldar a cultura do digital, agora com desdobramentos muito mais concretos no off-line e no cenário esportivo competitivo.

“A NWB utiliza como premissa o fato da produção de conteúdo moldar cultura, formar opinião e entreter, seja por meio de apresentar uma modalidade nova, como no caso do Fut7, ou de exercer seu papel em outras diversas atuações. Além disso, se estabelecendo em um ramo que antes não existia, a empresa sempre busca ser inovadora e moderna acima de tudo”, finalizou.

Confira a entrevista completa com Antonio Abibe, CEO da NWB.

Compartilhe