Indústria

O novo momento da Diadora no mercado brasileiro

Nos últimos meses, a marca anunciou patrocínio a clubes como Náutico, Coritiba e Ponte Preta, além de corridas de rua e ligas de futsal

O novo momento da Diadora no mercado brasileiro
Milton de Souza, Diretor Geral da Diadora no Brasil.

04 de junho de 2024

3 minutos de Leitura

Após dois anos da retomada no mercado nacional, a Diadora vive um importante momento no cenário brasileiro.

Nos últimos meses, a marca anunciou o patrocínio a clubes de futebol como Náutico, Coritiba e Ponte Preta, além de corridas de rua como a Maratona de Revezamento KTO Diadora, em Porto Alegre e a Meia Maratona SC21K Diadora, em Florianópolis, e já fornece os materiais para disputas de ligas regionais de futsal de diferentes regiões do Brasil, entre elas a Liga Paulista de Futsal, Liga Candanga, em Brasília, Liga de Futsal Rio de Janeiro, Liga Ceará e a Liga Pernambucana e Liga Goiás.

Presente em 60 países e com mais de 75 anos de história, a Diadora é reconhecida no Brasil por ter patrocinado Zico, além de ter sido a fornecedora de material esportivo para clubes como Palmeiras, Atlético-MG, Bahia e Vasco da Gama, de 2018 até 2020.

Apesar de seu destaque no futebol no passado, o novo posicionamento em solo brasileiro é marcado por uma presença multiesportiva.

“Temos como objetivos estratégicos fortalecer a imagem de marca como internacional, de origem italiana, com todo o legado que isso traz, e posicioná-la como multiesportiva. Buscamos unir a qualidade da marca internacional com a diversidade do público brasileiro. Nós vamos e podemos atuar em vários esportes e segmentos como futebol, running, fitness e tênis, além da herança da marca que permite reconhecimento no segmento de lifestyle”, disse Milton de Souza, Diretor Geral da Diadora no Brasil.

“Como desafio, temos que enfrentar um mercado bastante maduro, com os principais players globais, o que nos faz sermos mais competentes em nossas ações, disputar cada % de market share sem cometer erros. Como oportunidades, definimos, estrategicamente, explorar o mercado de clubes de futebol como uma forma de escalar os negócios com maior rapidez e dar visibilidade à marca”, acrescentou.

Os retornos com os anúncios de patrocínios aos clubes de futebol já são palpáveis, principalmente nas redes sociais da marca.

“No Instagram, nosso principal canal de comunicação com o consumidor final, tivemos um aumento de 22% de seguidores com os anúncios e apresentações do São José, Náutico, Ponte Preta e Coritiba”, detalhou.

Ponto fundamental, a marca também utiliza o ambiente digital como canal de relacionamento e captar feedbacks dos seus consumidores.

“Ouvir os consumidores é essencial para qualquer marca que queira ter sucesso. Estamos sempre atentos às opiniões sobre nossos produtos em redes sociais e canais de atendimento da marca, ainda mais quando o assunto é futebol, onde lidamos com públicos extremamente apaixonados e exigentes. Este acompanhamento tem que ser minucioso e corriqueiro, respeitando e atendendo sempre aos desejos de quem faz a marca e o clube acontecer, a sua torcida”, salientou.

Para manter uma marca alinhada ao seu propósito e história, a Diadora abraça as particularidades do mercado brasileiro, mas sempre conectada à equipe italiana.

“Toda e qualquer ação feita no Brasil é analisada pela equipe da sede oficial da Diadora na Itália. Desde os produtos desenvolvidos e produzidos nacionalmente, como qualquer ação de marketing e parcerias que fazemos por aqui. Manter a identidade de marca e seguir os critérios de qualidade e posicionamento são primordiais para uma operação desta grandiosidade ser bem-sucedida”, finalizou Milton de Souza.

Compartilhe