Redes Sociais

Racismo nas redes sociais diminuiu 90% na última temporada de LALIGA

A liga analisou mais de 21,2 milhões de conversas nesta temporada e também mostrou queda de 45% nos discursos de ódio

Racismo nas redes sociais diminuiu 90% na última temporada de LALIGA
Foto: LaLiga(X)

10 de junho de 2024

2 minutos de Leitura

A LALIGA registou queda de 90% nos casos de racismo envolvendo redes sociais, comparado à segunda metade da temporada passada. Com apoio da M.O.O.D (Monitor para a Observação do Ódio no Esporte), a liga analisou mais de 21,2 milhões de conversas nesta temporada, que também mostrou queda de 45% nos discursos de ódio.

O índice caiu para 6.5, uma diminuição de um ponto em relação à contagem anterior. Desta maneira, a entidade entende que a redução mostra que os torcedores estão buscando um futebol livre de ódio.

Das conversas analisadas, 4.1 milhões tiveram relação com conteúdos de ódio, número que representa menos de 20% das interações. Os casos de racismo estavam presentes em apenas 1,2% das mensagens. O cálculo feito por rodada, atribuí a cada texto uma pontuação com base na gravidade do discurso detectado.

As maiores classificações se encontram nas rodadas de clássicos. O mais recente, em abril, no entanto, registrou a menor classificação detectada nas últimas duas temporadas, com 6,4. Enquanto as rodadas com registro mais baixo, entre 4-6, coincidiram com conquistas, gestos de fairplay, solidariedade a permanência na primeira divisão, e despedidas de técnicos e jogadores.

O lançamento do M.O.O.D faz parte do projeto LALIGA VS, plataforma através da qual a organização e os clubes buscam usar todo o poder do futebol para inspirar a sociedade e ser um exemplo de respeito.

Compartilhe