Patrocínio

Emirates ratifica força no mercado espanhol e fecha naming rights na F1

Com acordos no tênis e no futebol, companhia aérea agora dará nome ao GP da Espanha

25 abr, 2018

Forte no tênis e no futebol, a Emirates deu mais um passo para também ganhar espaço na F1 e adquiriu os naming rights do Grande Prêmio da Espanha, marcado para o próximo dia 13 de maio, em Barcelona, na Catalunha. Os direitos foram adquiridos junto à Liberty Media.

Com o acordo, a companhia aérea irá substituir a Pirelli, que detinha exclusividade na prova desde 2014. Para este ano, a gigante italiana decidiu que manterá os naming rights apenas do GP da França, que retorna ao calendário após uma década. Antes da Pirelli, Marlboro (1994 a 2005), Telefonica (2006 a 2010) e Santander (2011 e 2012) deram nome à etapa espanhola.

Esta será a segunda vez que a Emirates adquire os naming rights de uma prova da F1. Patrocinadora da categoria desde 2013, a empresa esperou três anos para investir na plataforma, mais precisamente no GP do Japão de 2016. Além dela e da Pirelli, Etihad Airways, Gulf Air, Heineken, Johnnie Walker, Rolex e Singapore Airlines são outras marcas que dão nome aos circuitos no calendário da principal categoria do automobilismo mundial.

No mercado espanhol, a companhia é parceira do ATP 500 de Barcelona e do Masters 1000 de Madrid. Já no futebol, é a principal patrocinadora do Real Madrid tendo renovado o aporte para até 2022.