Uncategorized

Em números, o sucesso da camisa do Corinthians que homenageia Ayrton Senna

Até a última sexta-feira (5), aproximadamente 32 mil peças haviam sido vendidas

9 out, 2018

Há exatos oito dias o Corinthians colocou à venda sua nova camisa três que homenageia Ayrton Senna. E o sucesso foi imediato. Segundo informações do Meu Timão, até sexta-feira (5), aproximadamente 32 mil peças haviam sido vendidas. O número refere-se ao montante comercializado por lojas físicas e e-commerce. Trata-se do melhor início de vendas de camisas do clube desde que a Nike assumiu o fornecimento do seu uniforme, em 2003.

Já segundo a Shop Timão, loja oficial do clube na internet gerida pela Netshoes, o estoque de peças foi vendido em três dias. Segundo dados do e-commerce, a camisa já é a segunda mais vendida dentre todas as camisas de clubes lançadas este ano. Entre segunda e quarta, ela registrou 32% mais vendas do que a camisa principal do Corinthians, sendo o produto com maior faturamento em um único dia em lojas on-line de time administradas pela Netshoes. Em buscas, ela perdeu somente para a linha da Seleção Brasileira.

Apesar do sucesso e grande repercussão, a venda para fora do Brasil não irá ocorrer de forma oficial. O que trava esta “internacionalização” do produto é a licença da imagem do piloto, gerida pelo Instituto Ayrton Senna. Segundo o acordo feito pelo trio, Corinthians e Nike não poderiam fazer uso comercial da licença no âmbito global.

“(sobre o sucesso lá fora) Já imaginávamos. Quem não quis foi o Instituto. Veja só, a camisa é feita através de licenciamento de marca. Então a Nike tem um acordo com o Corinthians, ela é a patrocinadora. Tivemos essa ideia juntos e precisaríamos licenciar a marca do Ayrton Senna para fazer a camisa. Apesar da homenagem, ele tem um Instituto e a entidade é responsável por cuidar da imagem da marca dele”, detalhou Caio Campos em entrevista exclusiva ao portal Torcedores.

“No acordo entre Nike e Instituto Ayrton Senna, ficou estabelecido que a camisa do Corinthians com a marca Ayrton Senna será comercializada em território nacional, em negociação feita entre todas as partes. O sucesso desta homenagem chegou de forma impressionante aos fãs no exterior e esta nova possibilidade pode ser estudada no futuro, mas no momento nosso foco é total com a ação no Brasil, que está gerando uma excelente repercussão”, afirmou o Instituto também ao Torcedores.

A camisa em homenagem ao piloto Ayrton Senna faz referência aos 30 anos do primeiro título mundial do brasileiro e também à equipe Lotus, com cores e tipografia que remetem ao carro do brasileiro na década de 1980. O uniforme é uma aposta da Nike e do Corinthians para ter alta nas vendas e, como detalhado, tem surtido efeito positivo no mercado.