Publicidade
Indústria

Coluna | Acabou em Pizza!

Fabio Wolff estreia em 2019 com uma inimaginável história envolvendo a negociação de dois patrocínios

9 jan, 2019 Escrito por MKT Esportivo

Por Fabio WolffExecutivo de Marketing Esportivo

 

Era início de 2017 e assim como o começo de todo ano costuma ser agitado, pois muitas empresas estão terminando de definir as suas ações, naquele ano também procuramos sempre estar atentos junto aos nossos clientes e prospects.

A Marabraz era um cliente antigo da casa e resolveu voltar a investir em Marketing Esportivo para 2017. Fechamos a maior cota de patrocínio do amistoso Corinthians x Ferroviária, partida para a qual realizamos com exclusividade a comercialização de toda a publicidade estática do estádio. No pacote, havíamos incluído ainda uma ação de mídia no espaço máster do Botafogo de Ribeirão Preto, em jogo contra a Sociedade Esportiva Palmeiras, primeiro embate a ser transmitido pela Rede Globo para São Paulo no Campeonato Paulista daquele ano.

Dias após a realização da partida amistosa do Timão com a Ferrinha e empolgado com o resultado da mesma, o presidente da Marabraz gostou da proposta que havíamos apresentado, de sua empresa se tornar parceira da Federação Paulista de Futebol (FPF), por meio do patrocínio aos árbitros (mangas dos uniformes, além de diversas outras entregas) em todos os eventos realizados pela entidade no ano. Até aí tudo bem.

Ocorre que o “fechado” por parte do cliente aconteceu apenas por volta das duas horas da manhã da sexta-feira, dia em que o Santos Futebol Clube, campeão da edição da temporada anterior do Paulistão, realizaria a abertura do campeonato, às 19h30, na Vila Belmiro. A condição, por parte do cliente, para ocorrer o fechamento do negócio era que a marca fosse aplicada quatro vezes nas mangas, no mesmo formato que havia sido feito junto ao Sport Club Corinthians Paulista na Final da Taça Libertadores da América de 2012.

Na manhã seguinte, consegui junto à diretoria de marketing da FPF, o OK sobre a exigência do possível patrocinador. No entanto, ao voltar ao cliente para aprovar as imagens do uniforme, não consegui contato imediato. Já se passava das 17 horas quando finalmente consegui a aprovação.

Nesse ínterim, havíamos montado um esquema de guerra junto da estamparia, com o portador da FPF a postos, de plantão para descer a serra “voando”, rumo a Santos, a fim de entregar os uniformes ao trio de arbitragem.

Ufa! Os uniformes chegaram a tempo. Dever cumprido? Para essa partida, sim. Ocorre que me lembrei, por volta das 18 horas da sexta-feira, ou seja, em horário comercial praticamente esgotado, que no domingo o Botafogo jogaria contra o Palmeiras estampando a logomarca da Marabraz no peito de seu uniforme.

Quase tive um enfarto com o problema que isso causaria à FPF. Vale lembrar que, em 2015, a mesma FPF havia comercializado as mangas do uniforme dos árbitros junto à Crefisa e teve de cancelar sabiamente o patrocínio, uma vez que no uniforme do Palmeiras a empresa também estaria presente. Qualquer eventual erro da arbitragem naquela partida poderia ocasionar um grande problema à FPF. Déjà Vu total.

Com o tempo praticamente esgotado e os uniformes do Botafogo prontos para a partida, tivemos não mais do que 30 minutos para sair ao mercado atrás de algum cliente disposto a sobrepor a estampa.

Em função do ótimo relacionamento com a Pizza Hut, conseguimos o sim dessa empresa. Problema resolvido? Não! A logomarca da Marabraz era horizontal, ou seja, precisaria de uma logomarca com as mesmas características para ser sobreposta. E não é que a logomarca da Pizza Hut não apresentava essas características!?! Mexe de cá, mexe de lá e conseguimos adaptar a inserção às nossas necessidades. Ufa! Resolvido? Ainda não.

Tivemos de explicar ao clube o ocorrido e ter um consentimento do mesmo a respeito disso. Ligação vai, ligação vem, finalmente conseguimos o sim. Ufa! Resolvido? Ainda não.

Tínhamos a parte logística para fazer, ou seja, recolher o material de jogo com o clube apenas na tarde do sábado, no hotel em que estavam instalados – véspera da partida – e levar tudo até o nosso fornecedor que, diga-se de passagem, sempre nos salvou.

No domingo os jogadores estavam enfileirados para a cerimônia de abertura da partida, e a Pizza Hut estava lá perfeita sobre a logomarca da Marabraz. Finalmente um Ufa definitivo. E não é que o negócio acabou em Pizza!?!