Streaming

MyCujoo reforça apoio ao futebol feminino em primeira campanha global

Plataforma quer acelerar o desenvolvimento da categoria ao prover às jogadoras ferramentas e conteúdo para celebrar suas conquistas

16 jul, 2019

Detentor dos direitos de transmissão do Brasileiro Feminino A-1 e A-2, além do torneio sub-18, o MyCujoo apresentou sua primeira campanha global. Batizada de #shareyourgame, a ação tem como objetivo manter a animação dos torcedores após a realização da Copa do Mundo Feminina e, principalmente, acelerar o desenvolvimento da categoria ao prover às jogadoras ferramentas e conteúdo para celebrar suas conquistas em campo.

Para tal, o MyCujoo criou uma plataforma na qual cada jogadora, equipe ou clube poderá compartilhar seus lances preferidos. A iniciativa se baseia na forte tradição em defesa do jogo das mulheres e reconhece que ele ainda está longe de uma igualdade.

“O desenvolvimento do futebol feminino tem sido frustrante por causa de sua lentidão, e uma grande barreira é a visibilidade. Com #shareyourgame, nosso objetivo é dar às mulheres uma plataforma disponível 24 horas por dia, sete dias na semana, para ser vista não apenas como parte de um amplo movimento, mas para realmente mostrar seu talento, sua paixão e sua individualidade”, disse Shoko Tsuji, Gerente de Parcerias no MyCujoo.

A campanha contará ainda com quatro embaixadoras globais. São elas: Yukari Kinga (Japão – campeã da Copa do Mundo), Malia Berkely (EUA – campeã da liga universitária NCAA), Kanjana Sung-Ngoen (Tailândia – que fez gol histórico na Copa do Mundo na França) e Nanci (Brasil – uma avó de 53 anos que ainda está jogando).

“O futebol feminino está no nosso DNA – o primeiro jogo que transmitimos em streaming tinha o FC Zurich Frauen, um time feminino suíço. Estamos vivendo agora um momento importante para o futebol feminino, e, ainda que o sucesso da Copa do Mundo seja fantástico, não acredito que estejamos ainda num ponto de inflexão. O jogo ainda é uma pequena parte da conversa. No MyCujoo temos o coração e a alma do futebol feminino, nos concentrando nos 99% do esporte que nunca são transmitidos”, completou Pedro Pesa, CEO da plataforma.

Sobre a brasileira, ela é descrita como alguém que “passou muito de sua carreira combatendo preconceito para fazer aquilo que ama: jogar futebol. Hoje mãe e avó, ela ainda vai a campo e quadras semanalmente. Ela é um exemplo de entusiasmo para uma nova geração de jogadoras em seu país”.

“Só nesta temporada vamos transmitir mais de 3.000 partidas de futebol feminino, de mais de 190 competições espalhadas pelo mundo. Então me parece o momento apropriado para lançar nossa campanha, para que a bola continue rolando. Queremos mostrar às pessoas que amam o jogo que há muito futebol por aí para elas assistirem”, finalizou Pedro.

Ao permitir que jogadores de todos os níveis “se apropriem” de suas próprias imagens e seus perfis e os compartilhem com amigos, familiares e fãs, o MyCujoo tem a meta de criar uma imensa rede entre esses torcedores de contato bastante próximo e os atores do futebol.