Streaming

Federação inglesa leva futebol feminino para o streaming

“The FA Player” trará mais de 150 partidas em 2019/2020, incluindo a liga local e a seleção inglesa

7 ago, 2019

A Federação Inglesa de Futebol (FA) utilizará uma plataforma própria de streaming para transmitir a Super Liga Feminina de Futebol (WSL) nesta temporada. O “The FA Player” trará mais de 150 partidas femininas de futebol em 2019/2020, incluindo a WSL e um jogo por rodada da segunda divisão do país. O serviço inclui também gols e melhores momentos da seleção inglesa.

“Este anúncio é um passo fundamental e significativo na jornada da FA para aumentar o público feminino e atrair novos públicos. Sabemos que as pessoas querem assistir ao futebol de maneiras diferentes, com conteúdo que é rápido e facilmente acessível. Este novo serviço de streaming ao vivo dará a elas acesso exclusivo a mais de 150 jogos ao vivo em todas as competições, todos disponíveis com o clique de um botão”, disse Kelly Simmons, diretora do futebol feminino profissional da FA.

A plataforma não impactará os acordos de direitos domésticos da liga com a BT Sport e a emissora de serviço público BBC, que continuarão a transmitir mais de 30 duelos ao vivo.

Leia também: Subvalorização de patrocínios do futebol feminino é de US$ 1.2 bilhão

“Isso ajudará a ampliar a fantástica cobertura que a BBC e a BT Sport proporcionam ao jogo feminino em seus canais para que os fãs possam aproveitar o melhor do futebol feminino quando e como quiserem”, finalizou Simmons.

A temporada 2019/2020 da WSL terá a Barclays como patrocinadora fruto do seu contrato de três anos com a FA. Além disso, na rodada inaugural, as equipes femininas de Chelsea (x Tottenham) e Manchester City (x Manchester United) utilizarão os estádios das equipes masculinas.