Indústria

Empresas unem forças para transformar atletas em investidores

Redoma Capital e XP Investimentos desejam educar atletas financeiramente para garantir um futuro estável

10 set, 2019

Duas grandes empresas brasileiras do mercado de investimentos no Brasil uniram forças para garantir um futuro financeiramente equilibrado aos atletas do país. Juntas, a Redoma Capital e a XP Investimentos criaram a Redoma Invest para transformar figuras do esporte em novos investidores.

Mesmo diante de cifras elevadas que a indústria do esporte movimenta anualmente, é comum ouvir histórias de jogadores de futebol que reuniram fortunas enquanto atuavam profissionalmente e, após a aposentadoria, não conseguiram manter o mesmo nível patrimonial ou, até mesmo, se encontravam falidos.

Diante deste cenário, as empresas desejam oferecer um caminho econômico para os atletas, com segurança e transparência. Hoje, a Redoma possui cerca de 60% de seus funcionários voltados à essa assessoria.

“A Redoma nasceu com o objetivo de não apenas ser mais um agente autônomo credenciado à XP Investimentos, que atende às vontades de seus clientes, mas com uma missão de educar e ajudar. É comum sermos abordados por diversos clientes, em sua maioria jogadores de futebol, com pedidos que vão desde a compra de um carro ou uma casa, até um barco, um avião ou mais. É nosso trabalho avaliar, mostrá-los os riscos de cada operação, e viabilizar a demanda conforme desejo do cliente. O objetivo é principalmente educá-los financeiramente para garantir um futuro tranquilo”, afirmou Henning Sandtfoss, fundador da companhia.

Um dos exemplos mais claros da crescente injeção financeira no futebol é quando vemos a lista das maiores transações da história do esporte. Das 20 principais, apenas uma aconteceu antes de 2010. Porém, uma das grandes questões que envolveu esse tema não diz respeito apenas às quantias, e sim à gestão.

“Geralmente, o jogador de futebol vem de uma origem humilde, e quando começa a assinar grandes contratos, quer colocar em prática os sonhos que sempre teve. Ele já vem decidido. Cabe a nós educar e mostrar todo o universo dos investimentos”, completou Henning.