Indústria

Submarino patrocinará equipe de eSports liderada por Felipe “YoDa”

Mais do que patrocinar, empresa quer incentivar o crescimento da comunidade gamer no Brasil

13 dez, 2017

O Submarino, referência em tecnologia e inovação, se posiciona no crescente mercado de esportes eletrônicos. Em parceria com Felipe “YoDa” Noronha, principal streamer brasileiro de eSports e o terceiro maior do mundo, a empresa lançou o “Submarino Stars”, um projeto que promete revolucionar o cenário competitivo nacional.

A iniciativa de criar um time de super streamers foi idealizada pelo próprio YoDa. O astro volta aos campos virtuais após ter vencido o campeonato brasileiro de League of Legends em maio deste ano. Yoda foi convidado para liderar a equipe e convocou para o time Daniel “Blury”, Luca “Grátis 150ml”, Flávio “Jukes” e Gabriel “Pimpimenta”.  Juntos, eles somam mais de 5 milhões de fãs em suas redes sociais.

Mais do que um patrocinador, o Submarino quer incentivar o crescimento da comunidade gamer no Brasil. O projeto dá oportunidade aos apaixonados por games de entrar para um time de estrelas dos eSports. Por meio de uma seletiva aberta ao público, duas vagas serão disputadas neste mês.

O caminho escolhido pelo Submarino promete atrair milhões de fãs de LOL e dos próprios streamers, que juntos combinam um alto potencial competitivo e de geração de conteúdo. O esporte eletrônico, um dos segmentos mais expoentes do cenário digital global, atrai milhões de jogadores, espectadores e movimenta bilhões de dólares.

O Brasil ocupa posição de destaque no cenário global sendo a terceira maior audiência, atrás apenas dos EUA e China. Na Twitch.TV, principal plataforma assistida pelos fãs de eSports, foram mais de 800 milhões de horas de streaming na plataforma consumidas no país em 2016. A base doméstica de gamers ultrapassa os 60 milhões.

A equipe “Submarino Stars” foi lançada oficialmente no dia 09 de dezembro e terá como primeiro desafio um dos maiores campeonatos do mundo, que acontecerá na Suécia, nos estúdios da Dreamhack, em janeiro.
No cenário nacional, o Submarino Stars irá disputar a divisão de acesso ao Circuito Desafiante de League of Legends, com o objetivo de concorrer a uma vaga no CBLoL, principal campeonato da modalidade no país.

esports-submarino