Uncategorized

Arsenal pode ter sido enganado ao anunciar acordo com montadora chinesa

Contrato com a BYD foi fechado por profissional não autorizado que se apresentava como funcionário da empresa para assinar parcerias

16 jul, 2018

Denotando um amadorismo incomum entre os grandes clubes da Europa, o Arsenal pode ter sido enganado ao oficializar a chegada de um novo patrocínio. Conforme adiantamos em abril, os gunners anunciaram uma pioneira parceria com a fabricante de veículos elétricos BYD.

Assumindo a categoria de ‘parceira global oficial de carros e ônibus do clube’, o acordo pode ter sido intermediado por um profissional não autorizado que se apresentou como funcionário da empresa para assinar parcerias estratégicas.




No último dia 4 de julho a BYD divulgou que Li Juan havia sido preso pelas autoridades chinesas depois de uma denúncia que o mesmo há três anos fechava acordos fraudulentos em nome da marca. Entre eles está a aliança com o Arsenal.

“Encontramos algumas entidades ilegais e/ou indivíduos que realizam negócios de publicidade forjando o selo de nossa empresa e / ou conduzindo-o em nome de nossa empresa. Fizemos uma declaração em nosso site em 13 de junho de 2018. O suspeito Li Juan foi detido pela Autoridade de Segurança Pública da China após nossas denúncias. Por este meio, reiteramos que a BYD nunca esteve envolvida e não é responsável por quaisquer problemas de fraude. Por favor, certifique-se de informar a autoridade responsável sempre que você se encontrar uma vítima”, destacou a BYD em comunicado oficial.

Diante do fato, o Arsenal rapidamente se posicionou confirmando que pode ter sido enganado e ser vítima da fraude. Por ora, o clube investigará a situação e não irá comentar mais sobre o assunto. Se confirmado, ainda não se sabe se a BYD manterá o acordo ou se não irá adiante dada a delicada situação em que ambos foram colocados.

“A BYD informou ao Arsenal que acredita ter sido vítima de uma fraude em relação a vários acordos de publicidade. Isso inclui nossa parceria, que foi formalmente lançada por ambas as partes em um evento nos Emirados em 8 de maio. Estamos investigando a situação e discutindo com representantes de alto nível da BYD que estiveram envolvidos no lançamento da parceria. Não faremos mais comentários sobre este assunto”.

À época, conforme nosso anúncio, o anúncio da parceria contou com uma declaração da diretora comercial do clube, Vinai Venkatesham, bem como de Sherry Li, diretora de relações públicas da BYD.