Indústria

NBA impulsiona Band e bate recorde de audiência na ESPN

No canal fechado houve um crescimento de 41% de audiência em relação à temporada passada, um recorde histórico

20 jun, 2019

Não foram apenas os fãs do Toronto Raptors que comemoraram o título da NBA, também a ESPN no Brasil fez festa após a divulgação do crescimento de 41% de audiência em relação à temporada passada. De acordo com números do Kantar IBOPE, a emissora quebrou recordes na TV por assinatura e também no digital, com o maior número de acessos no conteúdo da liga na plataforma de streaming WatchESPN e também no portal ESPN.com.br.

Detentora dos direitos exclusivos das finais da NBA na TV paga, a ESPN registrou no quinto jogo da série entre Raptors e Warriors a maior audiência de uma partida da liga no Brasil, liderando entre todos os canais da TV por assinatura e alcançando a lista de assuntos mais comentados no Twitter.

Ao longo da temporada, a audiência feminina nas transmissões da NBA na ESPN também apresentou crescimento. Analisando somente as mulheres que acompanharam a liga na emissora, o aumento foi de 38% considerando toda a temporada 2018/2019, incluindo fase regular, playoffs e finais.

“Ano após ano, temos visto o crescimento da NBA, fruto dos esforços da nossa equipe em dar a este evento o tamanho que ele sempre mereceu. E só se falou disso. O recorde de audiência apenas ressalta que temos de seguir investindo forte em talentos e na cobertura in loco”, ressalta João Palomino, Vice-Presidente de Jornalismo e Produção da ESPN.

A aposta da NBA em voltar à TV aberta no Brasil por meio da Band também mostrou-se acertada. Segundo o site “Notícias da TV”, o canal teve uma média de 2 pontos de audiência, com picos de 4 pontos, no sexto jogo, na Grande São Paulo. Cada ponto equivale a 73.105 domícilios.  Além disso, segundo o Ibope Repucom, a transmissão da NBA pela emissora chegou a 7 milhões de pessoas.

A volta do basquete americano à TV aberta era um desejo antigo da NBA. Desde 2012,  quando estabeleceu um escritório no Brasil, o objetivo era fazer com que um canal gratuito exibisse a competição. A última vez que um jogo da temporada tinha sido exibido por ela foi no ano 2000. Em 2004, a RedeTV! conseguiu um acordo e transmitiu a temporada regular da liga.