Indústria

WSL House vira meio para surfe mostrar força no mercado

Projeto surge em um momento importante para a modalidade, que irá estrear nos Jogos Olímpicos de 2020

19 jun, 2019

“Um mar de experiências ao público”. É assim que a WSL House pretende marcar sua passagem pelas areias cariocas durante o Oi Rio Pro, etapa do circuito mundial que será disputada em Saquarema (RJ) entre os dias  20 e 28 de junho.

A iniciativa inédita surgiu pelas agências 213 Sports e V3A, sócias da World Surf League (WSL) no Brasil. O projeto, apresentado pela operadora Oi, será um espaço múltiplo para os milhares de fãs que marcarem presença na praia durante os dias de competição e terá patrocínios de Oi, Jeep, Corona, Subway e Red Bull, co-patrocinios de Bravecto e La Roche-Posay e apoio de Pulse e DeRose.

“Desde 2015 trabalhamos para aproximar as marcas da modalidade. E a cada ano novos patrocinadores, de várias categorias, estão entrando no projeto. Certamente o Oi Rio Pro hoje é um dos principais, senão o principal evento da WSL no mundo e vem se tornando cada vez mais reconhecido pelo mercado nacional e internacional”, disse Pedro Dau de Mesquita, diretor comercial da 213 Sports, em entrevista exclusiva ao MKTEsportivo.

A WSL House surge em um momento importante para a modalidade, já que o surfe será uma das novidades dos Jogos Olímpicos de 2020. Para os idealizadores, a ideia é que ele possa ganhar novas edições, podendo até mesmo ser internacionalizado. “O projeto é atemporal e pode acontecer em qualquer momento do ano, em qualquer cidade do Brasil ou em qualquer um dos 11 eventos do Circuito Mundial”, completou.

Um dos grandes destaques será o Museu Oi Rio Pro, exposição com curadoria do Studio Peixe, que contará a história de 5 anos da etapa brasileira no Rio de Janeiro, através de imagens e material de acervo, além de exposição dos troféus dos campeões da etapa. O Oi Rio Pro Studio, ativação com área de fotografia na qual o público vive a experiência de um atleta participando de uma entrevista, também promete atrair a atenção dos presentes. Ativações de outras marcas também poderão ser vistas no local.

“A WSL House agregará muito valor às marcas, sem dúvida. Ela será uma extensão do Oi Rio Pro, uma forma das marcas manterem uma ligação, a conexão com os fãs ao longo de todo o campeonato. E um evento de surfe é muito peculiar. Tem dias que podem ter competição, que são os dias on, e os dias off. Para isso, temos uma janela muito grande. Em cima disso, enxergamos a oportunidade de ocupar esse espaço tão longo, criando um relacionamento perene com os fãs junto às marcas”, destacou Pedro.

A WSL House funcionará diariamente, com uma intensa programação de eventos.  O evento de abertura, nesta quarta-feira (19), terá presenças de feras como Gabriel Medina, Felipe Toledo, John John Florence, Stephanie Gilmore, Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima.

“Com a WSL House, podemos manter o assunto em alta durante todo o calendário da WSL. Além disso, vamos valorizar o estilo de vida do surfe, que é muito único. É uma modalidade onde você transcende a parte esportiva. Tem todos os aspectos musicais, artisticos, cultural…E a WSL House vem juntar tudo isso. Os apaixonados e fãs poderão celebrar todos esses pilares em um único lugar”, finalizou.

Fruto de um trabalho de cinco anos da 213 Sports e da V3A junto à WSL, a etapa brasileira do mundial de surfe virou referência de evento esportivo no país, tendo levado mais de 100 mil pessoas para as praias e impactou outras milhões a cada ano. Há ainda a valorização comercial, não apenas do circuito mundial de surfe, mas também do lifestyle do esporte que não para de crescer no Brasil, atraindo cada vez mais investimentos, fãs e atenção do mercado.