Indústria

Como a Fox vendeu novos espaços após esgotar comerciais para o Super Bowl LIV

Com todas as cotas vendidas há dois meses, emissora quer aproveitar pausas inesperadas para alavancar receita

29 jan, 2020

Quase dois meses após esgotar todos os espaços comerciais disponíveis para o Super Bowl (o mais rápido em nove anos), a Fox, responsável pela transmissão, encontrou uma maneira de lucrar a partir desta elevada demanda de anunciantes.

Com aprovação da NFL, após diversas reuniões entre as partes, a emissora adicionou um espaço “flutuante” durante o jogo que terá duração de dois minutos e meio. Isso significa que a Fox conseguiu adicionar mais de US$ 28 milhões à sua receita de anúncios, já que cada espaço foi vendido por US$ 5.6 milhões.

De acordo com o canal, a ideia é aproveitar as pausas que não estão programadas na partida, como lesões ou outras interrupções inesperadas. Apesar da fila de marcas buscando adquirir 30 segundos deste novo pacote, a NFL aprovou a iniciativa com uma condição: que seus parceiros de longa data tivessem prioridade na aquisição dos mesmos.

Vale lembrar que anunciantes que compram apenas uma comercial de 30 segundos no Super Bowl pagarão o preço cheio. Já as empresas que adquirem mais espaços desfrutam de descontos do canal responsável pela transmissão.