Indústria

Heineken lança campanha global para ativar retorno da Champions League

“A espera chega ao fim” mostra de maneira bem-humorada a angústia dos fãs de futebol durante a suspensão dos jogos devido à pandemia

4 ago, 2020

Com o retorno da UEFA Champions League no final desta semana, a Heineken, icônica patrocinadora do torneio, apresentou sua nova campanha global. Batizada de “A espera chega ao fim“, o vídeo mostra de maneira bem-humorada a angústia dos apaixonados por futebol durante a suspensão dos jogos devido à pandemia e as divertidas ações que fizeram em casa neste delicado momento.

Durante o período que compreende as oitavas de final até a grande final, que será realizada em Lisboa, Portugal, os consumidores verão a campanha na TV aberta e fechada, canais online, offline, e redes sociais da marca.

Além de torcedores estereotipados na campanha, a marca faz uso do francês Thierry Henry, ex-jogador de Arsenal e Barcelona, que protagoniza parte do filme com o “desafio do papel higiênico”, criado no início da quarentena na Europa.

Desenvolvido pela Publicis Itália, o filme traz o mote “A melhor parte da espera é quando ela chega ao fim” e, por meio de uma nova perspectiva, retrata em um tom divertido como se ocuparam os fãs de futebol neste período em que não houve partidas do principal campeonato de clubes de futebol do mundo.

“Neste momento tão único em que vivemos, esperamos que esta campanha inspire os consumidores a celebrarem o regresso deste torneio, e assistirem com toda emoção os jogos lendários da UEFA Champions League, mas dessa vez de um jeito diferente, mantendo a segurança”, comenta Cristiane Rosa, gerente da marca Heineken.

Vale lembrar que a Champions League retornará nos dias 7 e 8 de agosto, com as partidas de volta das oitavas de final que não foram disputadas em março. Com os quadrifinalistas definidos, o torneio terá quartas de final, semifinais e final realizadas em sistema de jogo único entre 12 e 23 de agosto. Para estas três fases, ficou definido que Lisboa, em Portugal, servirá como sede única, com as casas do Benfica (Estádio da Luz) e do Sporting (Estádio José Alvalade) recebendo as partidas com portões fechados.