Patrocínio

Após protesto da torcida, patrocínio máster do Norwich dura três dias

BK8 utiliza imagens consideradas sensuais de jovens mulheres em ações de marketing nas mídias digitais

10 jun, 2021

Campeão da EFL Championship, segunda divisão do futebol inglês, na última temporada, o Norwich City viu crescer o interesse do mercado no espaço principal da camisa.

Desta maneira, o clube fechou um patrocíno máster com o site de apostas asiático BK8. No entanto, a torcida logo ficou contra o acordo. Nas redes sociais, muitos reclamaram que a empresa utiliza imagens consideradas extremamente sensuais de jovens mulheres em ações de marketing nas mídias digitais. Além disso, as imagens foram proibidas pela UK Advertising Standards Agency (Agência de Padrões de Publicidade do Reino Unido). De acordo com o jornal americano The Athletic, também veio à tona uma conta de um “embaixador” do BK8 no Instagram com mais de 250 mil seguidores que estaria ligada diretamente ao que se considera “pornografia pesada” na Inglaterra.

Sendo assim, o patrocínio durou três dias. Nesta quinta-feira (10), o Norwich soltou um comunicado dizendo que errou e pediu desculpas aos torcedores. No final, ainda deixou claro que “os valores de marketing do BK8 não se alinham com os do nosso clube de futebol”.

“Nesta ocasião, cometemos um erro de julgamento. Queremos continuar a incorporar uma cultura altamente inclusiva em todo o clube, juntamente com um ambiente acessível e acolhedor, livre de comportamentos degradantes e discriminatórios”, resumiu Ben Kensell, diretor operacional do Norwich.