Futebol

UEFA dará maior poder aos clubes em direitos comerciais na Champions League

Os 32 clubes da fase de grupos dividirão € 2 bilhões em cada uma das três temporadas até 2024

13 out, 2021

A UEFA está se planejando nos bastidores para dar aos principais clubes de futebol da Europa um controle maior sobre os direitos de marketing e demais acordos envolvendo a Champions Lrague. A entidade anunciou ontem que estava iniciando o processo de licitação para um novo parceiro que será responsável por vender os direitos comerciais de 2024 a 2027.

As competições europeias de clubes devem ser renovadas a partir de 2024, com a atual fase de grupos da Liga dos Campeões que é composta por oito grupos de quatro, sendo substituída por uma liga de 36 equipes, onde cada uma jogará dez partidas. Os 32 times da fase de grupos dividirão € 2 bilhões em cada uma das três temporadas até 2024.

O anúncio da Uefa destaca que o objetivo do processo de licitação é “maximizar as oportunidades comerciais significativas disponíveis a partir do novo formato pós-2024 para as competições de clubes em mídia e patrocínio”. Desta maneira, a agência suíça TEAM Marketing, que mantém parceria exclusiva com a entidade há mais de 25 anos, terá que se candidatar ao lado de outros interessados.

O presidente da Associação de Clubes da Europa (ECA), Nasser Al Khelaifi, abordou recentemente sobre a necessidade de um “novo modelo” para comercializar as competições para ajudar os clubes a alcançar estabilidade financeira no pós-pandemia de Covid-19.

“Este novo modelo será uma joint venture entre a ECA e a Uefa com a responsabilidade final pelos negócios e pelo lado comercial das competições de clubes, resultando em novas e melhores estratégias e gestão de direitos comerciais”, disse Al-Khelaifi, que também preside a emissora catariana beIN Media Group , que possui os direitos de transmissão da Champions.