Indústria

Alibaba pode adquirir participação na Inter de Milão

Jack Ma, fundador da empresa, estreitou laços comerciais com a Suning, atual proprietária do clube

15 jan, 2019

A Inter de Milão pode seguir o AC Milan e ter um novo proprietário em breve. De acordo com o jornal italiano Corriere dello Sport, Jack Ma, fundador e presidente da Alibaba, estaria interessado em tornar-se acionista minoritária do clube. Hoje, a chinesa Suning possui 68.55% de participação, com o restante nas mãos da International Sports Capital, liderada por Erick Thohir.

Vale lembrar que Thohir deixou o cargo de presidente do clube em outubro e foi substituído por Steven Zhang, aumentando a especulação de que o milionário desejava vender sua parte. O nome de Ma, considerado o homem mais rico da China, surge após sua empresa estreitar laços comerciais com a atual proprietária. A Alibaba já detém uma participação de 20% na Suning, cujo co-fundador, Zhang Jindong, liderou a aquisição da Inter em 2016. Em junho de 2018, a gigante da internet, ao lado da Goldman Sachs, encabeçou uma rodada de investimento de US$ 600 milhões na Suning Sports.

No segundo semestre do ano passado, a Corriere Della Sera destacou que a Suning estava interessada em comprar as ações remanescentes de Thohir, o que resultaria em um controle total da Inter por parte dos chineses. Com a Suning dentro do portfólio de Jack Ma, a aquisição por parte da Alibaba é um cenário absolutamente possível.