Futebol

Responsável por contratar Ronaldinho, Joan Laporta é o novo presidente do Barcelona

Ex-presidente do clube em dois mandatos, entre 2003 e 2010, o advogado espanhol terá como missão inicial manter Lionel Messi

8 mar, 2021

Joan Laporta está de volta ao posto máximo do FC Barcelona. Ex-presidente do clube em dois mandatos, entre 2003 e 2010, o advogado espanhol foi eleito neste domingo para comandar o clube catalão nos próximos quatro anos.

De imediato, Laporta terá a missão de reorganizar o futebol da equipe, tendo como desafio inicial evitar a saída de Lionel Messi na metade do ano. Durante sua campanha, o agora presidente falou que ele seria a chave para a manutenção do craque argentino por conta da relação que possui com o camisa 10.

Laporta recebeu 78,85% dos votos, totalizando 19.675 votos, contra 10.598 de Victor Font e 3.399 de Antoni Freixa. Ao todo, a eleição deste ano contou com a participação de 51 mil sócios, um número muito próximo do recorde de comparecimento, que foi de 57.088 eleitores em 2010.

Vale lembrar que Laporta foi o presidente responsável por iniciar uma nova era no FC Barcelona ao contratar Ronaldinho Gaúcho, em 2003. A primeira gestão dele marcou também a chegada de um jovem Lionel Messi.

Em seus sete anos à frente do clube, o Barça conquistou 12 títulos, incluindo duas Champions League (2006 e 2009) e quatro LaLiga (2005, 2006, 2009 e 2010). Laporta foi o oitavo candidato à presidência do Barcelona, após a renúncia de Bartomeu. Ao lado do ex-presidente, também concorreram Toni Freixa, que foi diretor com Laporta, Víctor Font, Emili Rousaud e Xavi Vilajoana. Também estiveram na corrida Jordi Farré, promotor do voto de censura contra Bartomeu e sua diretoria, Lluís Fernández Alá e Pere Riera.

Clique aqui e saiba alguma das promessas feitas pelo novo presidente do FC Barcelona no período de sua candidatura.