A premiação em dinheiro da Libertadores 2023

Vencer a decisão trará ao campeão um aporte financeiro muito desejado para as contas do clube

novembro 3, 2023

A final da Libertadores está se aproximando. Neste sábado (4), Boca Juniors e Fluminense entram em campo às 17h (horário de Brasília), no Maracanã, buscando encerrar jejuns incômodos de sua história.

O Tricolor vai em busca de sua primeira conquista na competição, enquanto os Xeneizes querem findar a seca de 16 anos sem o troféu. Vencer a decisão trará ao campeão um aporte financeiro muito desejado para as contas do clube.

Esta será a primeira vez que Fluminense e Boca se encontram na final da principal competição de clubes da América do Sul. Antes, as duas equipes já haviam se encontrado na semifinal de 2008 em dois jogos; e na edição de 2012, duas vezes na fase de grupos e duas vezes nas quartas de final. Ao todo, são duas vitórias cariocas, duas vitórias argentinas e dois empates.

Quanto vale o título?

A Libertadores da América distribui ao campeão US$18 milhões, e US$7 milhões ao vice-campeão.

Em 2022, as premiações para as duas melhores campanhas do campeonato eram de US$16 milhões e US$6 milhões, respectivamente.

A edição de 2023 da Libertadores vai distribuir, ao todo, cerca de US$ 207,8 milhões entre os times participantes da competição, o que equivale a um aumento de 21% em relação a 2022.

Na edição atual, a final premiará a Boca ou Flu com exatos US$ 18 milhões, valor equivalente a R$ 90,4 milhões. Com as demais premiações de outras fases, o Tricolor totalizará, em caso de vitória na final, US$ 27,15 milhões a mais em seus cofres.

Compartilhe: