Saiba o motivo do Manchester City estar sendo processado por uma marca britânica

Superdry pede indenização milionária pelo uso das palavras "Super Dry" nos kits de treino do clube inglês

janeiro 17, 2024

A Superdry, loja de vestuário com sede no Reino Unido, está processando o Manchester City por violação de marca registrada e deseja uma indenização milionária.

Para contextualizar a situação, o City carregava as palavras “Super Dry” em seu kit de treino (imagem abaixo). Ainda que possa remeter ao nome da grife, na verdade, trata-se de uma cerveja vendida pela Asahi, um dos principais patrocinadores dos Citizens.

Anteriormente, a mesma aparecia como “Super ‘Dry’ Asahi 0.0%” nos equipamentos de treino e aquecimentos antes das partidas. Com a mudança para apenas “Super Dry”, a Superdry decidiu processar o clube.

Nele, a Superdry alega que o Manchester City “se beneficia injustamente” ao usar tais palavras na camisa. Além disso, o layout do uniforme pode levar “um número substancial de pessoas a acreditar que os produtos são desenhados ou vendidos pela empresa”.

Por fim, a empresa exigiu que o time inglês parasse de usar ou vender itens carregando ‘Super “Dry”’ e que o clube transferisse para elas todos esses produtos, ou que os “destruísse ou modificasse”.

Como o caso acabou sendo amplamente divulgado pela imprensa britânica, o clube decidiu alterar e, desde então, promove nas peças “Asahi 0.0%” (imagem abaixo).

Compartilhe: