Indústria

Red Bull Bragantino muda mercado e impressiona no início da temporada

8 jun, 2020

O futebol brasileiro está passando por mudanças nos bastidores, e a temporada de 2020 tem mostrado o impacto disso dentro de campo. O Red Bull Bragantino, atual campeão da Série B, possui uma fonte de renda inovadora e já mostra todo potencial com alguns bons resultados no Campeonato Paulista. Esse novo modelo de administração faz sucesso no futebol europeu e pode causar impacto em outros clubes do futebol brasileiro.

Fundado em 1928, o Bragantino é um dos clubes mais tradicionais do interior paulista. A equipe vai disputar a Série A do Campeonato Brasileiro pela 10ª vez, com o melhor resultado tendo sido o vice-campeonato de 1991. Na ocasião, como lembra reportagem especial do jornal O Globo, o time perdeu o título para o São Paulo após derrota por 1 a 0 no agregado. Foi durante 1989 e 1994 que o Braga viveu os melhores momentos no futebol.

Após algumas crises e rebaixamentos, o Bragantino ressurgiu na elite do Campeonato Brasileiro com uma estrutura diferenciada e um acordo que transformou o time no Red Bull Bragantino. A empresa austríaca de energéticos possui investimentos em diferentes esportes, e o futebol está entre eles. O Red Bull Brasil foi criado em 2007, mas nunca chegou na elite nacional. Porém, isso mudou em 2019, quando a equipe se fundiu com o Braga.

Com um acordo financeiro diferente do que estamos acostumados no Brasil, o Red Bull Bragantino foi uma forma de a empresa conseguir ter uma equipe da elite de maneira mais rápida. Ela comprou o time paulista e mesclou a estrutura e o elenco dos dois clubes. O resultado aparece dentro de campo, com o time de Bragança desbancando o Corinthians no Grupo D do Campeonato Paulista e sonhando com o título regional. A diretoria do clube também tem trabalhado, desde 2019, na reforma no Estádio Nabi Abi Chedid. Algo inusitado para um time que não está entre os maiores.

Sucesso no exterior

As mudanças que aconteceram no Bragantino podem ser uma novidade para o futebol brasileiro, mas é algo que já acontece no exterior. A própria Red Bull possui outros três clubes, e quase todos eles são bem-sucedidos. Famosa por sua presença na Fórmula 1 e tendo estudado recentemente aumentar o investimento que faz na modalidade, a empresa também investe algum dinheiro no futebol.

Na Alemanha, por exemplo, a equipe em destaque é o Red Bull Leipzig. O time foi criado em 2009 e, com pouco mais de 10 anos, já disputa o título da Bundesliga. Neste ano, o clube comandado por Julian Nagelsmann chega ao final da competição alemã com grandes chances de conseguir uma vaga na próxima Liga dos Campeões. No dia 3 de junho, o Leipzig aparecia na plataforma de aposta esportiva da Betway com 98% de chance de terminar entre os quatro primeiros da competição. Isso deixa o time ao lado de Bayern, Borussia e outros gigantes europeus.

O Red Bull Salzburg, da Áustria, e o New York Red Bulls, dos Estados Unidos, são as duas outras equipes que a empresa administra. O Salzburg tem uma história parecida com a do Bragantino e já conquistou 10 títulos nacionais desde que foi comprado pela Red Bull. O time norte-americano ainda sonha com o título da MLS.

Impacto no Brasil

A chegada do Red Bull Bragantino não mexeu só com a cidade de Bragança, mas também com toda a estrutura do futebol nacional. As equipes brasileiras estão começando a perceber que não existe apenas uma forma de financiar um elenco. O Botafogo foi um dos primeiros a pensar nisso, mas acabou tendo problemas para conseguir um investidor. O alvinegro está desde o ano passado buscando investidores novos.

Enquanto isso, outras equipes buscam acordos de patrocínios com empresas menos tradicionais e, na grande maioria das vezes, com forte presença digital. O Flamengo tem negociado com a Amazon desde o início de 2020, e as negociações se intensificaram após a equipe encerrar um acordo que tinha com o banco digital BS2.

Com a junção de clube de futebol e empresa, o Red Bull Bragantino tem causado impacto dentro e fora dos gramados. O sonho da equipe é transformar tudo isso em títulos, mas os dirigentes sabem que isso só será conquistado com o passar do tempo. A ideia agora é investir na estrutura e também em um elenco que consiga se manter bem na Série A do Campeonato Brasileiro. Porém, olhando a campanha do time no início do Paulista, é possível sonhar alto com o time de Bragança.