Os principais herdeiros de franquias de esportes americanos da atualidade

Assegurando um lugar no ramo, muitos proprietários repassaram para seus sucessores as responsabilidades de gerir uma instituição

novembro 10, 2023

Considerado um setor de relevância na economia mundial, a indústria do esporte vem se desenvolvendo cada vez mais e garantindo ativos com alta rentabilidade. Assegurando um lugar no ramo, muitos proprietários repassaram para seus sucessores as responsabilidades de gerir uma franquia.

Neste cenário de ampla concorrência, ex-atletas e investidores de variados setores planejam competir tendo como concorrentes dinastias com um envolvimento familiar.

Grande palco para herdeiros, a NFL é a liga que mais possui histórias de linhagem de proprietários. Apresentando diversas situações de sucessão, existem casos de donos atuais que herdaram uma ou mais franquias do pai, marido ou até mesmo do irmão.

Mark Davis (Las Vegas Raiders/Aces)

Seguindo o passo de seu falecido pai, Mark Davis, dono dos Raiders, é um magnata influente que herdou a franquia e investiu em várias frentes. Além de suas participações no football, ele esteve envolvido no processo de criação do Las Vegas Golden Knight. Com uma fortuna de US$ 1,9 bilhão, Davis também é um entusiasta do basquete feminino, sendo proprietário do L.V. Aces da WNBA.

Amy Adams Strunk (Tennessee Titans)

Dona do Tennessee Titans, Amy Strunk também se coloca como uma herdeira de sucesso. Sendo acionista controladora desde 2015, a gestora possui um patrimônio estimado em US$ 1,7 bilhão (R$ 8,2 bilhões) com as ações que detém do Titans e é um exemplo do crescente número de mulheres proprietárias no esporte.

Família Steinbrenner (New York Yankees)

Desde 1973, George Steinbrenner foi um histórico dono do New York Yankees. Com o falecimento do pai em 2010, os irmãos Steinbrenner assumiram o comando da franquia mais valiosa da MLB.

Os herdeiros, Hal Steinbrenner, Jennifer Steinbrenner Swindal e Jessica Steinbrenner possuem US$ 1,3 bilhão cada, cerca de R$ 6,5 bilhões. Avaliado em US$ 7,1 bilhões, cada um dos irmãos possui uma parte dos Yankees, além de fatias da emissora YES Network e do New York FC da MLS.

Família Hunt (Kansas City Chiefs)

Completando a lista dos principais herdeiros dos esportes americanos, a família Hunt possui uma das maiores fortunas dos Estados Unidos. Além de comandar o atual campeão da NFL, o Kansas City Chiefs, a família conta com uma relação com o futebol americano que se inicia na década de 50. Chefiada por Lamar Hunt (já falecido), os Hunt’s tiveram sucesso no setor de petróleo e com empreendimentos esportivos.

Foto: Larry W Smith/EPA-EFE

Hoje, seus herdeiros possuem fortunas que se diversificam desde energia, imóveis e esportes. Além de serem proprietários dos Chiefs, os filhos do magnata possuem uma participação minoritária no Chicago Bulls e ativos imobiliários em Kansas City e Texas.

Apresentando desempenhos diferentes como gestores, desde que assumiram os cinco obtiveram retornos de dois dígitos, indicando que o sucesso dos negócios esportivos não está vinculado ao desempenho dentro de campo.

Diferente das incertezas da economia, que atormentou muitos investidores nos ano passado, não há indícios de que os lucros no mundo dos esportes estejam ameaçados. Notícia que anima e proporciona a entrada de novos atores nas atividades.

Compartilhe: