TNT Sports e SBT seguem com a transmissão da Champions League no Brasil até 2027

Novos acordos fechados com a UEFA iniciam na próxima temporada

novembro 29, 2023

O SBT e a TNT Sports aproveitaram a transmissão de Real Madrid x Napoli, na tarde desta quarta-feira (29), para anunciar que ambos renovaram com a UEFA e seguirão com os direitos da Champions League no Brasil.

Os acordos iniciam na próxima temporada e serão válidos até 2027 (24/25, 25/26 e 26/27). Enquanto a TNT terá exclusividade na Tv fechada e streaming (HBO Max), o SBT segue com o torneio europeu na Tv aberta.

“Com o novo acordo, vamos para pelo menos mais três temporadas como a Casa da Champions League no Brasil. Temos uma história linda com o campeonato e fazemos tudo com o carinho e a dedicação que a maior competição de clubes do mundo merece. É uma responsabilidade enorme e essa renovação é uma conquista de todos os milhões de fãs que fazem da Champions na TNT Sports esse sucesso de muitos e muitos anos. A competição agora se renova com um novo formato, e tenho certeza de que será ainda melhor para quem ama a Champions no Brasil.”, afirmou Diego Vieira, head de Esportes da Warner Bros. Discovery no Brasil.

Pelo lado da emissora de Silvio Santos, um reforço de peso para suas transmissão de Champions. No início do mês, Cleber Machado narrou sua primeira partida do torneio europeu dentro da emissora. Na ocasião, ele comandou Milan x PSG. O SBT terá direito a um duelo por rodada, sempre às terças.

Desde junho, a Team, agência que vende os direitos de transmissões da Liga dos Campeões, já estava com todas as propostas em mãos para realizar uma análise conjunta com executivos da entidade.

Dois fatores foram levados em consideração: dinheiro e alcance de público.

Concorrência

Para a Tv aberta e fechada, o Grupo Globo havia sinalizado interesse. No entanto, após ter feito forte investimento para conseguir de volta os direitos da Libertadores, fora Brasileirão e Copa do Brasil, a proposta financeira não foi a mais atraente.

Novo formato

Vale lembrar que a partir da próxima temporada, a Champions League passará a ter 36 clubes, quatro a mais do que no modelo de hoje.

Desta maneira, em vez das atuais seis partidas, cada equipe terá no mínimo dez jogos. O movimento da UEFA surgiu como resposta à ameaça da criação da Superliga, que tinha como carro-chefe o elevado ganho financeiro.

A novidade também ficará por conta da saída da fase de grupos e a entrada do ‘modelo suíço’. Serão 36 times divididos em quatro potes de nove. Cada equipe jogará oito partidas, sendo quatro em casa e quatro fora. Os oito melhores colocados nos grupos entram diretamente no mata-mata.

Quem terminar entre a 9ª e a 24ª posições jogará um playoff pelas 8 vagas restantes nas oitavas.

Compartilhe: